UM SER CHAMADO MULHER










 Extravagante, olhar doce,
com uma pitada de interrogação.
Curvas com emoção.
Passos encantados, flutua sobre o chão.
Sorriso que deixa qualquer um, em sua mão.
Jeito de mulher envolvente,
mas ainda tens a menina carente.
Meio acanhada, porém se transforma na mulher ousada,
quando és amada.
De um único avanço e não terás mais descanso.
Complicada, mas tão perfeita e perfumada.
Um ser mortal, que parece ser imortal...

Tânia Faria