VÍCIO


Talvez tenha me faltado coragem.
Talvez ousadia.
Talvez eu devesse ter enlouquecido,
largado tudo e ter ido atrás de ti.
Mas eu fiquei, deixei você partir.
tive medo, travei e mais uma vez ,
sufoquei-me de amor,
sufoquei-me de dor.
Você não lutou, não retornou.
Fugiu talvez e me fez fugir também.
Nos tornamos dois fugitivos de uma linda e verdadeira História de amor.
Hoje, tempos depois , vê-lo feliz me faz bem,pois sei o que passou.
E ao mesmo tempo me dói, pois poderia ter sido a nossa felicidade.
Mas sei, só eu sei o que passei,
como sobrevivi até aqui.
Então sigo em frente,
mesmo sabendo que morrerei viciada, torturada.
Pois meu vício, será sempre você...

Tânia Faria