BRINCANDO DE AMAR



Um dia brincamos de ser dois,
dois corpos em um só,
duas almas se entregando,
duas bocas se amando,
duas vidas se transformando,
duas pessoas se desejando.
Então a brincadeira acabou.
Sério pra mim ficou e você inocente, nem notou.
Nosso mundo se dividiu, você sem perceber partiu.
E Essa brincadeira ficou na memória entre outras histórias,
que só nós dois sabemos, que um dia ela existiu...

Tânia Faria