AMOR PLATÔNICO



De repente eu notei,
você ao meu lado eu sonhei.
Na tela só via o que era possível,
realidade essa impossível.
Esse teu jeito malvado , olhar tão safado.
És o mocinho dos meus filmes.
Atraente , chega a deixar meu sangue quente.
Impossível não me apaixonar.
mesmo um mero amor platônico,
continuo a te desejar e em meus sonhos contigo posso estar.
Delícia de pensar,
minha pele arrepia só em te olhar.
Não há como deter esse teu poder,
eu sempre insisto em te querer.

Tânia Faria.