UM CLAMOR


Meu coração gritas o teu nome.
Minha alma clama,não demores.
Minhas lágrimas traduzem todo este querer e não te ter.
Porque insiste em não me ver.
Sonhe ao meu lado,
não fiques ai calado.
Vamos ser enamorados.
Não maltrates assim meu coração,
este pobre que vives na solidão.
Beije-me sem razão.
Caias em tentação.
Não demores meu querido guardião...


Tânia Faria