NADA É MEU... NEM TEU.



Nada do que tenho és meu,
queria eu talvez guardar uma foto para me lembrar.
Ou uma roupa da qual eu deva usar.
Talvez um casaco se estiver frio,
ou uma lanterna para iluminar o caminho.
Mas não...Para onde vamos nada levaremos,nem grande seremos,
dinheiro,casa,nada disso vai importar.
Difícil de pensar,até de acreditar,
mas tudo que tenho,
tudo que construí,
tudo que lutei para ter aqui ,não levarei.
É até engraçado imaginar,
mas tenho que acordar.
Só levarei minha alma,
talvez calma,vai depender do que fui e como fui.
Do que fiz e à quem fiz.
Nada do que tenho és meu e nem teu,
pois no final iremos todos seguir o mesmo rumo,
talvez com caminhos diferentes.
Mas o mesmo final pra toda gente...

Tânia Faria