QUEM É VOCÊ


Quem é você,
que apareceu de repente,
com este olhar tão carente.
Me fez perder a razão,
conquistou meu coração.

Quem é você,
que vive calado,
parece sufocado,
querendo ser amado.
Uma alma restrita,
que se abre em suas escritas.

Quem é você,
que escreve sobre amor,
mas só consigo ver a dor,
que rasga teu sorriso,
não lhe deixando ver o paraíso.

Quem é você,
que tira o ar que eu respiro,
me faz ficar enfeitiçada,
muitas noites acordada,
sonhando em lhe ver,
sonhando em lhe ter.
Querendo te acalentar,
querendo te cuidar,
querendo te salvar.

Quem é você,
que com todo seu poder,
ainda não viu meu bem querer...


Tânia Faria