ME DESPEÇO



Hoje me despeço,
daquela dor amarga que me causou.
Hoje me despeço,
daquela angustia que vários dias me rasgou.
De palavras não verdadeiras,
de sentimentos ilusórios.
Hoje me despeço,
de pessoas que não viram o meu valor por quem eu sou,
quem eu sempre fui por dentro e não por fora.
De frases ingratas que destruíram minha adolescência,
me criando incertezas e desistências.
Hoje me despeço,
de amores não correspondidos,
de um coração partido e de falsas esperanças.
Hoje me despeço de pessoas que nunca acreditaram na minha vitória e
só criaram estória.
De amigos superficiais,
de medos constantes,
de uma vida cruel.
Hoje me despeço de tudo que me causou dor ou me fez mal.
E me apresento para um recomeço,
feito uma criança na qual um simples brigadeiro torna seu dia uma festa.

Tânia Faria.