CERTOS DIAS



Em certos dias não me sinto mais.
Meu corpo paralisa.
Minha alma voa com à brisa e a 
paz que por alguns segundos me tranquiliza.
Em certos dias deixo de existir,
deixo o mundo seguir seu fluxo,
deixo de sorrir para que meu choro possa seguir.
Em certos dias nem sei quem sou e nem pra onde vou.
Em certos dias meu eu que não é todo meu se transforma em um
eu tão somente meu.

Tânia Faria.