QUE VOCÊ VENHA


QUE VOCÊ VENHA


Eu quero olhar em teus olhos e ver quem sou.
Eu quero segurar tuas mãos e caminhar pela varanda e
sem uma única palavra saber e sentir que estou segura.
Eu quero deitar ao seu lado e ouvir seu coração gritando pela nossa paixão.
Eu quero novamente aquele brilho no olhar,
aquele sorriso com gargalhadas sem razão só
contemplando essa emoção.
Eu quero esquecer o passado com histórias tristes,
lágrimas em disparada.
Eu quero acreditar que ainda não é o fim e
que um dia esse amor eterno chegará até mim.
Eu quero não mais perder a fé e ter esperança igual à
de uma criança.
E se um dia esta esperança chegar a se cansar,
que você venha, não sei de onde, não sei porque e
me faça novamente lembrar o que é o sublime sentimento de amar.
E se ainda assim eu brigar e não quiser me lembrar.
Então grite, cante ou fale baixinho como eu sou lindamente irritante.
E que sem mim sua vida é um inferno e que nosso amor,
sim, será eterno.

Tânia Faria