TALVEZ EU SEJA BIPOLAR



Talvez eu seja bipolar,
talvez eu queira te amar,
mas tenho medo de lhe contar.
Talvez eu sinta bem mais ou
chore demais.
Talvez eu queira demais o
que não haverá jamais.
Talvez eu seja sonhadora,
que quer ser vencedora.
Um dia , momentos de felicidade constante,
n'outro, tristezas incessante.
Não consigo me entender,
quem irá me compreender.
Um sorriso no rosto,
coração rasgado, amargurado.
Talvez eu grite pra morrer,
talvez eu grite pra viver.
Quem poderá me entender
se eu prefiro é me esconder...


Tânia Faria