SAUDADES DAQUELE TEMPO


Que saudades daquele tempo,
onde éramos um só.
Onde queríamos o mesmo sonho.
Que saudades de te ver dançar e 
meu olhar tu cativar.
Que saudades de te esperar olhando pela janela.
Que saudades daquele amor,
que foi puro, verdadeiro, um tiro certeiro.
Que saudades daquele sorriso,
das brincadeiras que me tiravam gargalhadas.
Que saudades daquele tempo,
que já passou mas uma linda recordação nos deixou.
Uma linda amizade ficou e nossas vidas o destino se encarregou.
Nos separou, mas nos braços de Deus nos deixou,
que com todo cuidado nos cuidou.

Tânia Faria